MENU

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 |

Livro: Israelitas em Roma Cap: 6

1 O que podemos dizer, pois? Permaneceremos no erro, para que a benevolência seja abundante?
2 " De modo nenhum! Como viveremos ainda no erro, nós os que para ele morremos?
3 Ou, acaso, ignorais que todos quantos fomos imergidos em Yeshua o Ungido fomos imergidos na sua morte?
4 Fomos, sepultados com ele pelo imersão na morte, para que, como Ungido foi ressuscitado no meio dos mortos pela kevod do Ábba, assim andemos nós também em novidade de vida.
5 Porque, se temos sido unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente também o seremos na semelhança da sua ressurreição;
6 sabendo isto, que o nosso homem velho foi pregado no madeiro com ele, para que o corpo do erro fosse desfeito, a fim de não servirmos mais ao erro.
7 Pois quem está morto está justificado do erro.
8 Ora, se estamos mortos com Ungido, cremos que também com ele viveremos,
9 sabendo que, tendo Ungido ressuscitado no meio dos mortos, já não morre mais; a morte não mais tem domínio sobre ele.
10 Pois quanto a ter morrido, de uma vez por todas morreu para o erro, mas quanto a viver, vive para ELohim.
11 Assim também vocês considerai-vos como mortos para o erro, mas vivos para ELohim, no Ungido Yeshua.
12 Não reine, por conseguinte, o erro em seu corpo mortal, para obedecerdes às suas paixões;
13 nem tampouco apresenteis os seus membros ao erro como instrumentos de transgressão; mas apresentai-vos a ELohim, como redivivos no meio dos mortos, e os seus membros a ELohim, como instrumentos de justiça.
14 Porque o erro não terá domínio sobre vocês, pois não estais debaixo dos legalismos humanos, mas debaixo da benevolência.
15 Pois quê? Havemos de errar porque não estamos debaixo dos legalismos humanos, mas debaixo da benevolência? De modo nenhum.
16 Não sabeis que daquele a quem vos apresentais como escravos para lhe obedecer, são escravos desse mesmo a quem obedeceis, seja do erro para a morte, ou da obediência para a justiça?
17 Mas ações de benevolêcia a ELohim que, embora tendo sido escravos do erro, obedecestes de lev à forma de crença que vos foi entregue;
18 e libertos do erro, fostes feitos escravos da justiça.
19 Falo como homem, por causa da fraqueza da sua carne. Pois assim como apresentastes os seus membros como escravos da impureza e da transgressão para transgressão, assim apresentai agora os seus membros como escravos da justiça para santificação.
20 Porque, quando éreis escravos do erro, estáveis livres da justiça.
21 E que fruto tínheis então das coisas de que agora vos envergonhais? Pois o fim delas é a morte.
22 Mas agora, libertos do erro, e feitos escravos de ELohim, tendes o seu fruto para santificação, e por fim a vida eterna.
23 Porque o salário do erro é a morte, mas o dom gratuito de ELohim é a vida eterna mediante Ungido Yeshua nosso Mestre.

Comentários:

ID Passagem

_______________________________